quarta-feira, 29 de março de 2017

|Motivação| Simples e Vulgar

Foto/Design: Ana Filipa Oliveira
ba·nal adjectivo de dois géneros1. Quesendo pertencente ao senhorestava à disposição do público mediante retribuição.2. [Galicismo]  Trivialcomumvulgar.

"banal", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://www.priberam.pt/dlpo/banal [consultado em 29-03-2017].


"Coisas Banais" era o nome do blog que me acompanhou durante anos. Era banal, porque escrevia sobre coisas triviais, comuns, vulgares... não daquela vulgaridade barata e promiscua... Era banal, porque não tinha inventado nada de especial, não tinha criado nada de novo... apenas partilhava a minha perspectiva sobre aquilo que é comum à maioria dos mortais.

Ainda hoje gosto de escrever sobre coisas banais, porque as acho belas. São simples e interligam-nos, porque todos as conhecemos... e mesmo assim cada um tem sempre algo de diferente a acrescentar... são essas partilhas... esses ângulos... que me fascinam nas coisas banais. É a diversidade na unidade.

Que possamos todos ser simples e vulgares (banais), porque o mundo está cheio daqueles que gostam de complicar, de chegar à perfeição, de se mostrar muito especiais... quando na verdade somos todos de carne e osso, e no final, a maior banalidade, é que morremos todos e iremos todos voltar ao pó.

Segue A Mulher do 31 (@amulherdo31) também no Instagram e no Facebook.

Sem comentários:

Enviar um comentário

© A Mulher do 31 - 2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Ana Oliveira.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo