segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Neve, ao que tu obrigas

Por terras da senhora Merkel as temperaturas já andam perto de ZERO. Isso quer dizer que mais dia menos dias, podemos ser surpreendidos com a bela da neve. E isso nem sempre é uma alegria. Imagine-se que todos os anos, duas vezes por ano, temos de trocar os pneus ao carro. Temos pneus de inverno e pneus de verão. Bem sei que já existem pneus adaptados às duas estações, mas não é o caso. O perigo de continuar com os de verão no inverno é simplesmente de deslizar estrada a fora, sem controlo algum sobre o carro, podendo causar um acidente.
A primeira vez que conduzi um carro na neve foi aqui, na Alemanha. Aprendi a lidar com a neve, que para mim era coisa quase estranha. Aprendi a sair mais cedo de casa para limpar a neve ao carro, por exemplo. Quando temos sorte só tem uns floquitos por cima. Mas quando a neve é muita... ficamos enterrados e muito fresquinhos, e assim mesmo temos que desenterrar o carro, se queremos ir a algum lado.
Já morámos numa cidade em que nevava com frequência. Agora vivemos numa que é raro nevar. O meu marido às vezes sai de casa, sem neve nenhuma, e chega ao trabalho, e aí está tudo branquinho, com os autocarros parados, porque não conseguem subir a rua.
Ontem e hoje foi dia de fitness: acartar pneus. Daqui a uns meses há mais.

Foto: Ana Filipa Oliveira

Foto: Ana Filipa Oliveira

Sem comentários:

Enviar um comentário

© A Mulher do 31 - 2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Ana Oliveira.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo