quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Keep Calm que eu sou Estudante

Sou uma eterna aprendiz. Gosto de estudar, de aprender, de pesquisar, de desvendar... não gosto muito de ser discípulo, aliás um tema que já deu sinal de vida por aqui...eu confessei-me: Tenho a Mania. Hoje comemora-se o Dia Internacional do Estudante e eu sinto simpatia por ele.
Vejo o tempo de estudante como uma ponte entre duas margens de obrigatoriedade: a escolaridade mínima obrigatória e o trabalho, que legalmente não é obrigatório, mas que sem ele ninguém sobrevive, logo é obrigatório. Por isso compreende-se a necessidade de desfrutar dos tempos de estudante. Para trás fica o stress de tentar entrar na universidade, no curso desejado, e pela frente tem-se o desconhecido mundo do trabalho, que não é pêra doce.
Entendo que me digam "keep calm que eu sou estudante!", o que traduzido quer dizer: ainda posso faltar à aulas quando quero ou quando não consigo ir, porque a noite anterior foi de rambóia. O mesmo não será aceitável, anos depois, quando se estiver empregado algures por esse mundo, que vivemos em globalização e a crise em Portugal parece que se acomodou, estando para durar.
Quando penso em estudantes, penso nas associações deles. E não é ao calhas que este dia internacional está ligado a uma intervenção política por parte de estudantes. Como está a força política dos nossos? Será que eles se preocupam com isso? Da associação de estudantes da UBI (onde tive o orgulho de estudar) passaram-se alguns (pelo menos reconheço a cara de um ou dois) para a cena política nacional, com direito a falar para a TV e tudo. Ah, valentes! Valeu a pena andarem a prolongar os seus dias pelos corredores (e não só) da universidade.
Faz sentido que nesse período da vida, os jovens queiram ter uma voz audível e se juntem em associações para que a sua mensagem chegue mais longe. É nessa fase que sentimos toda a pujança para mudar o mundo. E para mim política é isso: a arte ou a ciência de mudar o mundo.
Como eterna aprendiz sinto que hoje também é o meu dia... um bocado ao jeito dos Escuteiros: uma vez estudante, sempre estudante.

Latada - Universidade da Beira Interior 2000

Sem comentários:

Enviar um comentário

© A Mulher do 31 - 2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Ana Oliveira.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo