quinta-feira, 29 de junho de 2017

|A Mulher do 31| A Melhor de Todas

Foto: Pixabay

Quase todas temos tendência a gostar de receber medalhas e prémios. Muitas lutam pela melhor qualificação. Ser a melhor. Ficar entre as melhores. Mas nenhuma de nós se esforça por ser o "mais ou menos", o "suficiente, o "satisfaz"... certo? 

Nós, mulheres, por vezes queremos ser melhor do que a amiga, melhor do que a prima, melhor do que a vizinha... ter um carro melhor, um apartamento melhor, dar um jantar melhor... procuramos ser superiores... deixamo-nos engolir pela soberba, pela vaidade... é natural, embora que pouco saudável e harmonioso para nós mesmas.

Que tal lutarmos para ser melhores do que fomos ontem !? Mas o ponto de referência convém que deixe de ser os outros, e passe a ser nós mesmas. Quero ser melhor do que fui ontem com o meu marido, com os meus filhos, com a minha colega de trabalho, com a minha vizinha... medir-nos por nós mesmas faz-nos crescer e tornarmo-nos seres mais completos (apesar de sempre ainda incompletos!).

Deixo a pergunto: não será que andamos à procura, na idade jovem e adulta, daquilo que não nos foi dado em casa? Não será que queríamos ter ouvido dos nossos pais que nós éramos as melhores de todas, que superávamos todas as outras... porque, em criança, é isso que procuramos: que eles nos tomem como a filha mais virtuosa, exemplar, notável... mais do que todas as outras meninas, ou não!?

A Mulher do 31 não se fica pelo "mais ou menos", o "suficiente", ou o "satisfaz". Ela procura a excelência dentro de si mesma. A Mulher do 31 vai ao encontro da sua harmonia interior, deixando de lado a competição com elementos externos, como as amigas, os familiares, a vizinhança, os colegas... A Mulher do 31 distancia-se da vontade de querer ter o melhor, dar o melhor... a menos que o melhor signifique o melhor de si mesma, e não o melhor em comparação aos dos outros. A Mulher do 31 procura todos os dias ser a melhor... a melhor versão de si mesma.

Quem não sabe quem é a verdadeira Mulher do 31, um dia saberá. Ainda não sou eu! Mas é exemplo para mim.


Segue A Mulher do 31 (@amulherdo31) também no Instagram e no Facebook.

Sem comentários:

Enviar um comentário

© A Mulher do 31 - 2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Ana Oliveira.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo