quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

|A Mulher do 31| Sempre Feliz

Fazer permanentemente o bem, todos os dias das nossas vidas, mostra-se como um grande desafio. Parece que seria muito mais fácil se fosse fazer o mal. Aliás o mal já fazemos muitas vezes, mesmo não querendo. Somos imperfeitas. Damos desgostos. Mas mesmo assim o nosso foco deve ser proporcionar satisfação aos que nos rodeiam, e especialmente à pessoa com a qual decidimos partilhar a vida. Devia ser motivo de orgulho dizer-se que fazemos o bem, que damos o nosso melhor, para fazer o nosso marido sempre feliz. Porém, na sociedade actual, dá a sensação que isso não encaixa e até cria um certo desconforto. 
Acho que é medo... medo que isso signifique anularmo-nos, criarmos dependência, colocar-nos em submissão... mas uma coisa não tem a ver com a outra. E enquanto vivermos em medo, não viveremos em amor. E o amor faz tão bem à vida!
Quero aprender a ser esta mulher... a mulher do bem!

Foto: Ana Filipa Oliveira

Segue A Mulher do 31 (@amulherdo31) também no Instagram e no Facebook.

Sem comentários:

Enviar um comentário

© A Mulher do 31 - 2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Ana Oliveira.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo