terça-feira, 26 de julho de 2016

Mão

Foto: Ana Filipa Oliveira/2016
Foto: Ana Filipa Oliveira/2016
Nunca te vou conhecer como a palma da minha mão. Aliás, nem eu me conheço a mim própria de tal maneira. Quantas vezes já me desiludi e surpreendi comigo mesma!? Também não é assim que quero que seja a nossa relação.
Quero dar-te a minha mão, caminhar contigo, entre vales e prados. Quero dar-te a minha mão quando caíres, quando te sentires cansada, quando te faltar a motivação... mas também quando te levantares em vitória, quando a força te impulsionar para a frente, quando a determinação te levar lá longe... talvez até mesmo para longe do ninho.
Nas tuas mãos está o futuro. E as linhas que o traçam já começaram a ser escritas... mesmo antes de dares o primeiro sopro, mesmo antes do primeiro choro e do primeiro sorriso. Que sobre as nossas mãos dadas esteja a mão poderosa de Deus, protegendo-nos e guiando-nos por esta estrada que é a Vida.

Sem comentários:

Enviar um comentário

© A Mulher do 31 - 2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Ana Oliveira.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo