quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Deixem o filho amar o pai

Por várias vezes que tropecei numa partilha na internet que me dá uma certa comichão. Essa frase circula na internet com imagens diferentes, mas o conteúdo é o mesmo: "Ser mãe de menino é saber que ele sempre vai ser o homem da sua vida!" Não vos parece que há algo de errado neste pensamento?

Fonte: Facebook
Quando leio esta frase começa uma urticária a dar sinal em mim. Já a expressão "mãe de menino" acho-a tão irritante. Ser mãe é ser mãe. Mãe de menina ou de menino, é ser mãe de um ser que está ao nosso cuidado. E não é selo de garantia de absolutamente nada. Parece que ser mãe de menino é melhor do que ser mãe de menina. Ou pelo menos dá a entender que nos garante algo para o resto da vida, que a meu ver é completamente falso: ter um homem. Hello!? O homem da nossa vida deve ser um homem, com o qual me possa comportar como mulher. Com o meu filho a relação será sempre de mãe, e não de mulher.
Ao ler esta partilha sinto que quem a apoia deve estar mal disposta com o pai do filho. Esse não deve ser o homem da vida dela, caso contrário não quereria colocar o filho no lugar dele. O pai do nosso filho, e o seu lugar no sistema familiar, deve ser respeitado e honrado. Isso vai fortalecer o lado masculino do filho rapaz.
Mas ainda há um outra expressão mais forte, e dentro da mesma linha, que anda a passear pela internet: "Meu filho não foi um erro. O erro foi o pai que arrumei pra ele!" Ups! Forte. Gente, quando ofendemos o pai do nosso filho, magoamos uma parte no íntimo do nosso rebento. Por mais que o nosso filho seja parecido connosco, ou que esteja afastado do pai, ele será sempre um pouco dele, e terá muito dele. Se criticamos avidamente o pai, enfraquecemos o filho. Além disso se o filho não foi um erro (acredito que nenhum seja!), então agradeçamos ao pai dele, mesmo que o detestemos (agora), pois sem ele não teríamos o nosso filho. Se tivéssemos outro homem, teríamos outro filho, não este.

Fonte: Facebook
Por favor, deixem o filho amar o pai.

2 comentários:

  1. Adorei este post, penso exactamente o mesmo! :)

    Beijinhos

    Lina Soares
    http://trintaporumalinhanoticias.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Lina!
      Obrigada pela visita, pela leitura e pelo comentário.
      Volte sempre que lhe apetecer.

      Eliminar

© A Mulher do 31 - 2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Ana Oliveira.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo