terça-feira, 4 de julho de 2017

|Parentalidade| A Graça, sem Graça Nenhuma

Quando se é pequenino, tudo tem graça. Mas quando se cresce e repetem as mesmas graças, já não tem piada nenhuma. Quando o Guilherme era um menino pequenino, tinha graça vê-lo argumentar, dando-nos respostas que nos desarmavam. Agora que o Guilherme é um matulão de 11 anos já deixou de ter graça o seu poder argumentativo (às vezes sem lógica, só com o intuito de picar os miolos!)... passou a ser um desafio para os pais... em termos de nervos e também de poder argumentativo... ou talvez persuasivo: de que ele acabe com as respostas com graça, sem graça nenhuma.

Lembrei-me ao ler o post no blog Entre Biberons e Batons.



A Mulher do 31 | Blog | Facebook |Instagram | Twitter 

2 comentários:

  1. Chega a uma idade que começa a ser complicado :/

    Beijinhos**
    _________________________
    All The way is an adventure
    Jess & Rose Blog | Instagram | Youtube

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Requer de nós outras capacidades!?!? Mas que é desafiante, é.

      Beijinhos

      Eliminar

© A Mulher do 31 - 2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Ana Oliveira.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo