Aprendizagem

The Secret: Uma Década Depois

setembro 25, 2017

O livro de não ficção mais vendido do mundo em 2007!, assim é descrita, no site da Fnac, a obra que sucedeu ao filme de Rhonda Byrne.


Hoje estou sozinha com os miúdos... ambos já dormem... e o silêncio é algo estranho nesta casa. Poderia fazer imensas coisas... o que não faltam são tarefas por acabar e outras por iniciar... mas decido fazer algo que raramente faço: desfrutar do meu sofá e da cinemateca via Amazon. De repente parece que um novo mundo se abre para mim. Desconhecia que poderia ver tantas coisas como aquelas que me aparecem na primeira pesquisa. Quer dizer, tanta coisa nas áreas que gosto.

O Segredo é o filme que ressalta no meio dos resultados. Li o livro pouco depois de ter saído para as bancas. Sublinhei, apontei... na época pensei que se tratava apenas de um livro de leitura fácil, em que a lei da atracção tomava o lugar da poção mágica, que resolvia tudo.

O meu pensamento era:
Ter tudo por atracção é magia. Sim, ela pode acontecer. Mas do que nos serve a magia, se hoje quero uma coisa, amanhã outra e depois de amanhã ainda outra!? Neste caso, é uma magia de fazer aparecer as coisas sem prestar atenção ao que realmente é importante: a consciência do que somos e do que queremos ser, com respeito e um olhar sobre o que fomos.
Se estou aflita, porque tenho muitas dívidas de créditos contraídas, não me parece que deva andar feliz e contente a dizer inúmeras vezes para mim mesma que está tudo bem, e a fazer transparecer aos outros, que estou óptima. Parece-me, sim, que é o momento para parar perante o sinal STOP e reflectir. Isto, atenção, também não quer dizer que tenha de andar chorosa e cabisbaixa. Apenas significa, que é o momento para enfrentar a realidade com maior consciência, invés de a maquilhar com frases que servem de tampão para aquilo que precisa de ser realmente tratado.
Fonte: .Skoob.com.br

Agora com o filme, e passado uma década, vejo com outros olhos. Vejo os pormenores. N' O Segredo também é falado como é importante o auto conhecimento, a gratidão, a intenção, a visualização... no fundo, percebo agora que esta obra abre portas para quem quiser mergulhar num mar mais profundo de conhecimento de si e do mundo em geral.

E pegando no meu pensamento... às vezes a maquilhagem ajuda a dar-nos um outro ânimo, certo? Às vezes não serve de tampão, mas de penso rápido, que nos permite seguir em frente. Reduzir O Segredo apenas ao poder das afirmações revela-se muito limitativo. Mas também elas são importantes nas nossas vidas... para nos dar direcção, para nos dar foco, para nos dar energia.

E tu, leste este livro, ou viste este filme? Do que é que te recordas? Ajudou-te? Em que medida?
Acrescenta valor a este post com a tua partilha. 

A Mulher do 31 | Blog | Facebook |Instagram | Twitter 

SUBSCREVE







JUNTA-TE no Facebook