Estilo de Vida

O Sabor Agri Doce das Férias

agosto 04, 2018

Photo by Ian Usher on Unsplash

Muitas vezes abro o backoffice do blog para escrever um post, saindo dele sem o ter feito. Fico à procura do melhor tom, da melhor entrada para o texto... e acabo por desistir. A perfeição é, nessas muitas vezes, inimiga da ação. E, deste modo, o blog fica desatualizado. Hoje comprometo-me a não apagar este texto e publicá-lo sem perfeccionismos.


Dividirmo-nos em Conjunto

Para quem ainda não sabe, estamos de férias. Viemos mais uma vez visitar o nosso país e as nossas gentes. Somos uma família, e quando a constituímos cada um de nós já tinha a sua história. Portanto, cada um de nós tem os locais que quer visitar e as pessoas que quer ver. Isto significa que temos de nos dividir. Não, não vai cada um para seu lado. Por vezes os filhos vão dormir na avó ou estão com os teus tios e tias, mas por perto. Dividimo-nos em conjunto. Ora estamos os quatro na zona de Lisboa, ora na zona do Porto, e com sorte no concelho de Mação.
Este ano não tivemos tempo para visitar Ortiga, e desfrutar das praias fluviais da região. Fui e vim num dia, para ir buscar e depois para ir levar a minha avó, a minha tia e a minha mãe, que aí moram. Deste modo, puderam passar alguns dias connosco, e partilhar de momentos em família.

A Diferença destas Férias

É que estas férias foram diferentes. Primeiro porque vim uma semana e meia antes com os miúdos, e com a minha sobrinha que estava de visita. Depois porque o K. decidiu vir de carro sozinho da Alemanha até Lisboa. E ainda porque amanhã vamos com a sua família fazer uma tour com autocaravana pelo nosso país.

Férias de Papel

Talvez nem conheças a realidade de emigrante, como nós, mas se moras longe das tuas raízes, acho que percebes o que partilho contigo. Quando partimos de férias temos imensas expectativas e queremos fazer imensas coisas. Desejamos passar tempo interminável com familiares e amigos que já não se vê há imenso tempo. Para além disso, temos a vontade de visitar aquele lugar que nos foi importante. Só que a agenda de papel nem sempre é a montra da realidade.

Na Bagagem, o Desejo

Quando as férias estão a acabar começamos a sentir que ficou tanto por ver e tantos por abraçar. E, com esta sensação, voltamos ao nosso poiso habitual, despedindo-nos dos sítios e das pessoas que são nossa referência. Levamos na bagagem os desejos que não se concretizaram, e a ansiedade de nas próximas férias ainda os ver concretizados.


Cumprido. Escrito e publicado sem filtros de maior, para não recuar. Amanhã, acompanhem-nos, na experiência com a Indie Campers, através dos live do Instagram: @amulherdo31

SUBSCREVE







JUNTA-TE no Facebook