Avançar para o conteúdo principal

Fotografia # 2 - Estilo de Vida (Congelado)

Vi um projecto com peixe congelado que deu uma fotografia fantástica. Quis tentar a minha sorte. Por achar que peixe é algo caro para a primeira tentativa, usei uma alternativa.
Tenho a dizer que o primeiro contacto com esta técnica deixou-me desiludida. Utilizei três flores que congelei - não por etapas - numa embalagem de plástico quadrada, o que se mostrou problemático para fotografar, pois, devido a não ter uma macro-objectiva, tive dificuldade em fotografar a área, que demonstrou ser demasiadamente pequena. Por outro lado, escolhi flores com pétalas escuras, o que deu um aspecto mais melancólico, ou natureza morta, às fotografias.


Primeiro estava de tal maneira congelado que não se via nada, apenas gelo, por isso tive que meter alguma água sobre aquela pedra de gelo, para que se pudesse ver alguma coisa do seu conteúdo. Depois ficou em algumas zonas pouco translucido, apresentando raios e pontos em formas pouca homogéneas. Quando o gelo derreteu completamente, ficou apenas as pétalas a boiar em água, o que não era o pretendido.
Penso que outro erro que cometi foi fotografar com lentes muito abertas e exposições curtas, o que não permitiu um número alargado de elementos focados e perdeu-se no detalhe da fotografia.
Nem sempre conseguimos aquilo que desejamos à primeira. Além disso os erros são óptimos pontos de partida para aprendermos e aperfeiçoarmo-nos. Por isso vou tentar de novo... e convido-vos a experimentar.







Tempo de Execução do Trabalho: 24 horas para congelar e cerca de meia-hora para a sua execução

Equipamento: de preferência uma macro-objectiva, por exemplo, Sigma 105 mm F/2.8; tripé; terrina que possa ir ao congelador; motivo a fotografar e programa de edição fotográfica.

Motivo a fotografar: peixe, bem como outro alimento, para além de folhas, penas, flores... podem ser utilizados com esta técnica.

1. A base
Para criar a pedra de gelo em camadas, precisamos de uma forma plana para o levar ao congelador, por exemplo uma terrina rectangular que possa suportar baixas temperaturas. Primeiramente teremos que a colocar dentro da gaveta do congelador onde a deixaremos a congelar, de modo a que esteja realmente nivelada na horizontal.

2. Congelar
Agora começa propriamente o processo de congelamento. Primeiro começamos com um centímetro de água destilada. Só passamos à segunda camada, quando esta estiver congelada. Este processo evita que o motivo fique "colocado" directamente na base da terrina. E, deste modo, pode-se orientar a posição do nosso objecto com mais exactidão, de acordo com o nosso gosto.

3. Setup
Durante 24 horas vai-se colocando camadas de água, a fim que o motivo congele nesse período, segundo a nossa orientação. Passado este tempo, retira-se a terrina do congelador e coloca-se num local onde haja boa iluminação, tendo em atenção que não haja reflexos na superfície da pedra de gelo. Caso tenha essa possibilidade, pode fazê-lo no exterior, por exemplo no caso do céu encoberto tinha-se praticamente o problema dos reflexos resolvido.

4. Foto-Teste
Monta-se o tripé de maneira a que a câmara fique exactamente por cima da pedra de gelo. Escolhe-se a melhor distância e arranja-se a fotografia de acordo com o nosso objectivo ou gosto, a fim de ter um resultado interessante. A fotografia pode tender a ficar escura, pois a opção do medidor de luz de diversos pontos da câmara, devido aos diferentes tipos de tons claros do gelo, subexpõe.

5. Correcções
Tente uma correcção de +1 EV de exposição, para o caso expresso acima. Outros aspectos que note na fotografia de teste que devem ser mexidos, faço-o agora.

6. A Composição Fotográfica Certa
Sobre o corpo do seu objecto pode deitar água quente para o tornar mais perceptível e também provocar alguns traços demarcados no gelo. Experimente fotografar o motivo na horizontal, na vertical e até na diagonal. Pode alterar a sua composição fotográfica para ver o que é mais atractivo para si.



Projecto baseado no artigo «Der Fang des Tages», da revista 50 Foto Projekte Nr. 15, de Abril a Junho de 2013 

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Vencedores e Vencidos - Blogs do Ano 2017

A minha curiosidade recaía sobretudo na categoria Família. Pelo segundo ano que Cocó na Fralda está no trono. (Parabéns! )Pelo segundo ano que Dias de Uma Princesa vai à luta com uma das meninas do The Woffice... e perde.
Li para aí, na esfera dos blogs, duras críticas a este concurso, como também algumas dores de cotovelo e um outro tanto de comentários. Que Sónia Morais Santos, Ana Garcia Martins e Catarina Beato têm o jornalismo em comum... e que os Blogs do Ano são levados a cabo pela empresa Media Capital pode parecer uma relação já por si pouco neutra, mas sejamos sinceros: tanto estes blogs e bloggers, como todos os outros que foram a votação, são blogs com muito trabalho investido, muitos anos de existência e muita visão de blogging.
Digamos que estes jogam na primeira liga do campeonato, depois existem outros bons, mas ainda ao nível da segunda e terceira. Se queremos jogar as partidas mais desafiantes do campeonato temos de treinar para isso, com um óptimo treinador e um ex…

Blogging e Social Media em 2017

O blog, por si só, já não é suficiente. Há uns 14 anos atrás escrevia num blog e as pessoas iam visitá-lo directamente... eram familiares, amigos, conhecidos ou desconhecidos, que de um modo ou de outro, tinham tido acesso ao endereço do mesmo. Mas agora ninguém lá vai apenas por ele próprio. Actualmente é preciso muito mais.

Agregar a um blog as potencialidades dos social media torna-se fundamental para quem quer sair da massa e tornar-se uma fatia especial e apetecível do bolo. Existem milhentas pessoas a criarem blogs. Conhecê-las a todas seria insano. E nem todas depois de os criarem, os mantém vivos. Há por aí muito blog morto!

Para criares, dar vida e  fazeres a festa connosco convido-te a ouvir o podcast do Pum Pum, para o qual fui convidada. Clica em https://buff.ly/2m7pRdw e escolhe a plataforma (You Tube, no Facebook, na Mixcloud... ) em que queres ouvir. Coloca no play a caminho para casa, para o trabalho, para a universidade, a arrumar a cozinha... Podes sempre pôr na pau…

A Tua Rotina Dita O Teu Sucesso

"O ser humano é um animal de hábitos.", provavelmente já ouviste esta expressão. Se não a ouviste, sendo tu humano, de certo que já sentiste a dificuldade de deixar um hábito ou instalar um novo. Isso deve-se a que estamos acostumados a dada coisa, e sair dessa rotina, requer esforço e dedicação. 
Acredito que também já tenhas sentido a alegria de alcançares algo e ficares contente contigo mesmo. Provavelmente para isso criaste hábitos, rituais, rotinas... para cortares a meta numa corrida de 10 km, terás tido um trabalho anterior, que te levou a desenvolver certas acções com alguma regularidade, por exemplo, correr de dois em dois dias um número de quilómetros. Nesses dias de preparação, quase de certeza que tiveste que vencer a preguiça e outros tantos obstáculos que apareceram no teu caminho. Nesses dias o sabor de correr não se compara ao sabor de cortar a meta no dia da prova. 
São esses pequenos passos que nos podem levar à vitória. E na blogosfera é tal e qual a mesma…