terça-feira, 1 de agosto de 2017

|Mães Felizes| 4 Passos para Viver com Esperança

Foto: Kaboompics.com
E, pronto, chegámos ao destino. Numa viagem pelo livro "Os 10 Hábitos das Mães Felizes" já há alguns meses, hoje aterramos no hábito que fecha este manual escrito por Meg Meeker. O décimo hábito diz-nos: "Não perca a esperança". E como fazer isso? Aqui vos deixo os 4 passos descritos pela autora.

  1. Cultive uma atitude de apreço: desenvolver gratidão pelo que se tem torna-se essencial. Não estar sempre na esperança de ter mais (embora isso possa vir a acontecer), mas ser agradecida pelo que se tem... mostra-se vital para que possamos viver com esperança. Afinal se já vos acarinhados com tanta coisa, no futuro provavelmente isso também acontecerá. Recuse-se a queixar. Reconheça aquilo que já tem e agradeça por isso.
  2. Aprenda a confiar: ter esperança sem confiança em algo ou alguém parece um pouco ridículo, não acha? Mas confiar de forma cega pode trazer-nos dissabores. Aprenda a confiar, conhecendo aquele em que confia. Se souber até que ponto, e em que campos, poderá confiar nessa pessoa, então provavelmente não será desiludir. Viver de forma independente é bom, mas pode criar a ilusão, por outro lado, de que não precisamos de ninguém. Desengane-se.
  3. Espere que aconteçam coisas boas: ter um pensamento positivo acerca do que há por vir atrai coisas boas. Como isso funciona? Para alguns é Deus que os abençoa, para outros é o Universo que responde à sua atitude... Não se desiluda se demorar a receber o que deseja. Isso só significa que ainda não chegou o tempo certo, e que terá de treinar ainda mais a sua esperança. Não abra mão dela.
  4. Conteste o seu pensamento: temos tendência para o queixume, para o lamento, para a má disposição, para os pensamentos negativos, até para a depressão. Tudo isto bloqueia a chegada de uma vida alicerçada na esperança. Para vivermos essa vida há que afastar esse modo de estar perante nós, os outros e os acontecimentos. Decida-se por pensamentos positivos e verá que o mundo ao seu redor floresceu (a partir do seu interior).

Desejo do fundo do coração que a leitura destes artigos acerca do livro "Os 10 Hábitos das Mães Felizes" tenha sido tão agradável para si quanto foi para mim. Mas não vamos ficar pela leitura, pois não? Há que colocar na prática. Estou certa que assim alcançaremos vidas muito mais cheias de boa disposição... não apenas para os filhos, mas para tudo e todos ao nosso redor.

Como gostei tanto deste formato de post decidi-me por lhes dar continuação. A próxima viagem será pelas páginas de um livro que Meg Meeker citou na obra que acabámos de ler: As Cinco Linguagens do Amor, de Gary Chapman. O livro original As Cinco Linguagens do Amor deu lugar às mesmas para Famílias, para Adolescentes, para o Perdão... iremos abordar em especial para famílias.

Sem comentários:

Enviar um comentário

© A Mulher do 31 - 2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Ana Oliveira.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo