Avançar para o conteúdo principal

Costura 10# Reduzir fronha de almofada

Cá em casa optámos por comprar a capa do édredon no IKEA e com ela vem duas fronhas, mas de um tamanho enorme, onde quase cabiam duas almofadas das nossas. Por isso sentimos a necessidade de reduzir o tamanho das fronhas. Aqui vos deixo passo a passo como fazê-lo.

Passo 1

Desmanchamos a bainha das fronhas ao longo das suas laterais. Para tal é útil este pequeno instrumento de trabalho que serve para também cortar a linha da máquina de costura, quando acabamos o trabalho, bem como para abrir a casa dos botões, talvez por isso há quem lhe chame "Abridor de casa".


Passo 2

A seguir, e após termos medido a almofada, vamos cortar o tecido. No meu caso tinha uma almofada de 60 cm x 40 cm, medi duas vezes 60 cm, portanto 120 cm que corresponde à parte da frente e de trás da almofada e acrescentei mais 30 cm para fazer a aba que prende a almofada no interior da fronha. Para além disso, coloquei dois centímetros extra na largura, ou seja fiquei com 42 cm de largura de tecido.


Passo 3

Este é um passo menosprezado por muitas de nós, mas muitíssimo importante: alisar o tecido. Para tal passar a ferro é fundamental.


Passo 4

Numa das pontas - no sentido da largura - já existe uma bainha, aproveitada do que já estava, mas precisamos fazer a do lado que foi cortado. Ora para tal medimos cerca de 1 cm e dobramos do lado direito para o avesso. Para fixar usamos alfinetes, pregando-os também do lado direito para o avesso, de modo a que quando virarmos, seja muito mais fácil de os voltar a pregar no mesmo lugar.


Passo 5

Voltamos a fazer o mesmo processo, ou seja, medimos cerca de um centímetro e voltamo-lo para o interior do tecido, só que agora basta retirar o alfinete e voltar a pregar no mesmo sítio. Convém que seja deixada uma margem suficiente para depois cosermos com a máquina toda a largura do tecido, como se verá na imagem seguinte.


Passo 6

Agora é chegada a hora de ir para a máquina. Com a máquina já preparada - com a cor que desejamos usar para a bainha e o ponto direito, então finalizamos a bainha.


Passo 7

De uma das pontas do tecido voltado do avesso mede-se 40 cm e dobra-se alinhado, já pronto para alfinetar. Os alfinetes colocam-se com a cabeça para fora, de modo que, no momento em que se está a costurar, se possa ir tirando-os, sem que o tecido se desalinhe.


Passo 8

Depois mede-se 60 cm da ponta já dobrada e o tecido que sobra dobra-se por cima do que já estava dobrado.


Passo 9

Depois do tudo bem alinhado colocam-se os alfinetes a todo o comprimento, tendo em atenção para na ponta das abas (na área da bainha) ter um alfinete, de modo a que fique bem fixa e não se enrole ao coser.


Passo 10

Chegou a vez de coser a todo o comprimento. Aproveitando as marcas da bainha original, cosemos ligeiramente a baixo dessa, para não se ficar a ver o local dos pontos anteriores. Usa-se o ponto direito para este fim. 

Passo 11

É bom que se corte todos os fios que ficam soltos e que a seguir se passe para o ponto ziguezague de modo a cerzir o tecido da bainha.

Passo 12

Com um ziguezague largo cose-se ao longo do comprimento da fronha e perto do final do tecido, de modo a que se previna um possível desfiar do mesmo. 

Passo 13

Para acabar é só voltar o tecido e inserir a almofada. Eu fiquei muito feliz com o trabalho.


Qualquer dúvida, estou disponível para ajudar a encontrar a resposta. Escrevam nos comentários ou enviem um email para anafms.oliveira@gmail.com.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Dias de Uma Princesa apanha Cocó na Fralda

Ontem apresentei-vos o Google Trends. E hoje partilho convosco uma outra aplicação desta ferramenta, usando como exemplo os meus dois blogs preferidos da categoria Família que estiveram a concurso na edição deste ano dos Blogs do Ano. E no final viajamos pelo blog A Pipoca Mais Doce, para as amantes de Lifestyle.
O blog Cocó na Fralda tem vindo a descer no número de procuras e o blog Dias de Uma Princesa tem vindo a subir. No final de Setembro deste ano - altura em que abriram as votações para o concurso organizado pela Media Capital - as linhas cruzaram-se e o blog de Catarina Beato acabou mesmo por ultrapassar o de Sónia Morais Santos. Esta proeza já voltou a acontecer mais do que uma vez, desde essa data, mesmo depois de Cocó na Fralda ter ganho o prémio de Melhor Blog do Ano na categoria Família. Apesar do crescimento do blog Dias de Uma Princesa, no que respeita às pesquisas no último ano, a média de procura deste é apenas de 27, o que fica abaixo dos 56 de Cocó na Fralda, com o…

Blog Planner 2018 (Gratuito)

Gosto de Planners e gosto de DIYs. A Bruna Arouca, já vossa conhecida (guest post de sábado passado), criou um Blog Planner para o ano que já está a bater à porta. Não só o criou, como o partilhou gratuitamente e deu instruções como o usar.

Já ficávamos felizes por aqui. Mas há mais. Esta portuense de 20 anos ainda nos deu indicações de como fazer um personalizado. É só seguir as sugestões da Bruna no Fashion Mornings.

Eu já fiz o download e impressão para me organizar melhor em 2018. Quanto a criar um com a cara d'A Mulher do 31... estou a caminho.


Para quê serve um Blog Planner? Ter um Blog Planner vai-te ajudar a ter à frente dos teus olhos, os teus objectivos, as tuas ideias... e o tempo que ainda tens para as atingir. Vai permitir-te gerir melhor o teu dia a dia para poderes ser mais participativa na blogosfera (como acredito que queiras). Vai ajudar-te a teres uma rotina, e depois dos hábitos instalados, tudo se torna mais rápido e leve. E no final a tua autoestima sai refor…

Bate as Asas e Voa para Lá do Ninho

Estamos no tempo de procurar o conforto do lar, o conforto do quente, o conforto do interior: assim nos pede o tempo frio e cinzento próprio do Outono.
Também nas etapas da vida em que o tempo é de transição, o apelo interior é para vivê-las de um modo confortável, chama-nos a ficar  presos ao conhecido, ao provável, ao possível, ao que não incomoda, ao que não desafia...

De certo que já passaste por momentos na vida que tiveste de dar um passo em frente, sem saber se as escadas tinham três degraus ou trinta, se os músculos iam doer no final da subida. Mas foste. Ganhaste fôlego e lá foste tu. Pé ante pé subiste cada etapa até celebrares a vitória de chegares e agarrares o teu objectivo, alcançares outro patamar.

Eu recordo-me de alguns desses momentos. Talvez tu te identifiques com eles, ou se calhar tens outros bem diferentes, mas a sensação... a do desconforto do desconhecido e o entusiasmo de o ultrapassar, deve ser comum. Concordas?

Preparação para Lá do Ninho (do Confortável)Entra…