Avançar para o conteúdo principal

Fotografia # 1 - Caixa de Luz


Esta fotografia foi feita usando duas técnicas: a caixa de luz e movimento de zoom. O que é isso? A primeira é uma caixa que emite luz por baixo do objecto a fotografar. O segundo é o realizar de zoom out (neste caso) quando se dispara a fotografia. Querem experimentar? Aqui deixo as dicas.

Caixa de Luz

Antigamente os fotógrafos usavam uma caixa deste tipo para ver os negativos com a ajuda de uma lupa. Actualmente, com o desuso das câmaras analógicas, deixou de se usar para esse fim. Há quem use para criar efeitos nas suas fotografias, como a que apresento em cima. No mercado encontram-se estas caixas em tamanho A3 por cerca de 100 euros. No entanto, é fácil de improvisar uma em casa.
Eu tinha uma lâmpada de um candeeiro, que se partiu, em casa, para além de papel prateado e uma caixa de papelão. Ora, forrei a caixa numa das extremidades para fazer passar a base da lâmpada; forrei o interior com o papel prateado, para dar mais luminosidade e coloquei um papel semi-transparente, como base para colocar os objectos a fotografar. Mas antes dessa experiência, já tinha fotografado, apenas com duas latas, um vidro por cima e uma lâmpada a iluminar debaixo (para cima).

Caixa de Luz feita e fotografada por Ana Filipa Oliveira
Devo advertir que a minha caixa de luz ficou com uma luz fraca, pois a lâmpada não é forte. Recomenda-se o uso de luzes LED em fila, de modo a que a luz não fique apenas concentrada onde está a lâmpada. Pode-se fazer uma caixa destas usando uma antiga gaveta. Assim coloca-se as LED em fila no fundo da gaveta, faz-se um buraco para passar a ficha de ligação à tomada e na parte superior colocar um vidro ou substituto à medida. Recomenda-se fazer alguns buracos que sirvam de ventilação, de modo a não ficar demasiado quente e existir perigo de quebrar o vidro ou semelhante.

Aspectos relevantes: atenção às cores que se escolhe. O ideal são cores vivas e variadas. Quanto às formas, quanto mais bizarras melhor. A composição pode ser feita por formas ou por cores, por exemplo. Esta técnica torna-se uma óptima alternativa às fotos de exterior num dia de inverno, que apetece ficar dentro de portas. Uma objectiva de 50 a 100 mm é suficiente para este trabalho, embora possa-se, claro, usar uma macro-objectiva, ou substituto. O tripé e o disparador com ou sem fio podem ser extras úteis, para que não fique tremida.

Possíveis motivos a fotografar: frutas, flores (pétalas), folhas de árvores, moluscos, rebuçados, gomas, botões... todos os elementos semi-transparentes, que possam facilmente ver o seu interior iluminado, ao ponto de mostrar detalhes, os quais de outro modo seriam difíceis de evidenciar.

Mais exemplos de fotos resultantes do uso desta técnica:
http://olhares.sapo.pt/estruturas-iluminadas-foto5592303.html
http://olhares.sapo.pt/flores-em-fundo-de-branco-foto5619572.html
http://olhares.sapo.pt/formas-e-sabores-foto5592285.html
http://olhares.sapo.pt/rosa-em-luz-foto5619559.html
http://olhares.sapo.pt/flor-iluminada-foto5619563.html
http://olhares.sapo.pt/botoes-a-contaluz-foto5591592.html

Movimento de Zoom 

O efeito ligeiro que se nota na fotografia semelhante a uns raios ou distorção chama-se zoom burst. Resulta da rotação do anel da objectiva (zooming) no decurso do disparo longo do obturador. Para um efeito mais impressionante da aplicação desta técnica torna-se importante a escolha do motivo. Esse deve ser rico em contraste e colorido. Por exemplo um vitral, um carrossel em movimento ou um anúncio luminoso (néon). Ao usar tripé o resultado desta técnica declara-se mais suave do que se utilizar apenas a mão, sem qualquer suporte. Deste último modo, até acaba por ser mais fácil, caso queira tentar várias vezes a fotografia "perfeita". As objectivas padrão são as mais recomendadas, já que são, por norma, bastante abrangentes, no que respeita a ângulo de captação.

Mais exemplos de fotos resultantes do uso desta técnica:
http://olhares.sapo.pt/cores-suaves-foto5498509.html

Projecto baseado em vários artigos da revista 50 Foto Projekte Nr. 15, de Abril a Junho de 2013 

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Dias de Uma Princesa apanha Cocó na Fralda

Ontem apresentei-vos o Google Trends. E hoje partilho convosco uma outra aplicação desta ferramenta, usando como exemplo os meus dois blogs preferidos da categoria Família que estiveram a concurso na edição deste ano dos Blogs do Ano. E no final viajamos pelo blog A Pipoca Mais Doce, para as amantes de Lifestyle.
O blog Cocó na Fralda tem vindo a descer no número de procuras e o blog Dias de Uma Princesa tem vindo a subir. No final de Setembro deste ano - altura em que abriram as votações para o concurso organizado pela Media Capital - as linhas cruzaram-se e o blog de Catarina Beato acabou mesmo por ultrapassar o de Sónia Morais Santos. Esta proeza já voltou a acontecer mais do que uma vez, desde essa data, mesmo depois de Cocó na Fralda ter ganho o prémio de Melhor Blog do Ano na categoria Família. Apesar do crescimento do blog Dias de Uma Princesa, no que respeita às pesquisas no último ano, a média de procura deste é apenas de 27, o que fica abaixo dos 56 de Cocó na Fralda, com o…

Blog Planner 2018 (Gratuito)

Gosto de Planners e gosto de DIYs. A Bruna Arouca, já vossa conhecida (guest post de sábado passado), criou um Blog Planner para o ano que já está a bater à porta. Não só o criou, como o partilhou gratuitamente e deu instruções como o usar.

Já ficávamos felizes por aqui. Mas há mais. Esta portuense de 20 anos ainda nos deu indicações de como fazer um personalizado. É só seguir as sugestões da Bruna no Fashion Mornings.

Eu já fiz o download e impressão para me organizar melhor em 2018. Quanto a criar um com a cara d'A Mulher do 31... estou a caminho.


Para quê serve um Blog Planner? Ter um Blog Planner vai-te ajudar a ter à frente dos teus olhos, os teus objectivos, as tuas ideias... e o tempo que ainda tens para as atingir. Vai permitir-te gerir melhor o teu dia a dia para poderes ser mais participativa na blogosfera (como acredito que queiras). Vai ajudar-te a teres uma rotina, e depois dos hábitos instalados, tudo se torna mais rápido e leve. E no final a tua autoestima sai refor…

Bate as Asas e Voa para Lá do Ninho

Estamos no tempo de procurar o conforto do lar, o conforto do quente, o conforto do interior: assim nos pede o tempo frio e cinzento próprio do Outono.
Também nas etapas da vida em que o tempo é de transição, o apelo interior é para vivê-las de um modo confortável, chama-nos a ficar  presos ao conhecido, ao provável, ao possível, ao que não incomoda, ao que não desafia...

De certo que já passaste por momentos na vida que tiveste de dar um passo em frente, sem saber se as escadas tinham três degraus ou trinta, se os músculos iam doer no final da subida. Mas foste. Ganhaste fôlego e lá foste tu. Pé ante pé subiste cada etapa até celebrares a vitória de chegares e agarrares o teu objectivo, alcançares outro patamar.

Eu recordo-me de alguns desses momentos. Talvez tu te identifiques com eles, ou se calhar tens outros bem diferentes, mas a sensação... a do desconforto do desconhecido e o entusiasmo de o ultrapassar, deve ser comum. Concordas?

Preparação para Lá do Ninho (do Confortável)Entra…